Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Ramon Bau: Gottfried Feder e os fundamentos econômicos do Nacional-Socialismo

Gottfried Feder, mentor econômico do partido e do Reich em discurso a classe trabalhadora germânica. Os pontos tratados pelo plano econômico nacional substituíram o "padrão ouro" pelo "padrão mão de obra". O que livrou o país da dívida externa, que até hoje é algo basicamente privado, arbitrário e que não pode ser tratado nem por audição fiscal ou imprensa. Você já perguntou porque?
"Estamos lutando contra dinastias financeiras, lutamos contra a plutocracia. O mundo pode escolher: ou todo o poder ao capital, ou a vitória do trabalho." - Adolf Hitler 

Para a grande mídia, os aspectos históricos relacionados ao Nacional-Socialismo, também denominado pejorativamente de “nazismo”, concentram-se invariavelmente às questões raciais e imperialistas. Dificilmente temos oportunidade de conhecer as ideias econômicas, sociais e culturais deste movimento político. 
Em seu livro Luta contra as Altas Finanças, o engenheiro Gottfried Feder delineou a via dorsal econômica d…

"Antes da Batalha" - uma mensagem aos guerreiros

Créditos: Filme "O 13ºGuerreiro" ( Walt Disney/Touchstone Pictures)

Tratado de paz com a Alemanha

Convenção dos Vencedores em Haya. Da esquerda para direita: Winston Churchill, Roosevelt, Josef Stálin (Documentos revelam que os supremos líderes da Inglaterra, E.U.A e URSS viraram noite bebendo)

Por: Marcelo Fanchi
Não existe um Tratado de Paz com a Alemanha. Nem por parte do Brasil nem por parte de qualquer país do mundo. A explicação é simples: somente o governo do Reich alemão poderia assinar tal acordo e restabelecer as relações diplomáticas com a comunidade internacional.
Um país ainda sob diretrizes das forças de ocupação
Mais de 60 anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, pode parecer que o título deste artigo seja algo um tanto quanto ultrapassado. Afinal, existem inúmeras situações que nos parecem mostrar uma relação de plena normalidade com a atual República alemã.
Campanhas eleitorais, representantes da vontade popular, corpo diplomático, participação em eventos esportivos, forças armadas, reunificação alemã, departamento de proteção da Constituição… Enfim, podemos obs…

Neuschwabenland, a esquecida colônia alemã na Antártida

Expedição alemã em 1938 a Antártida
Antes da guerra, a Alemanha demarcou segundo as convenções internacionais, um território no polo sul e que recebeu a designação de “Neuschwabenland”.

A esquecida colônia alemã
O exército alemão capitulou em 1945 – isso é de conhecimento geral. Entretanto, não se deve esquecer que o Império alemão consistia não somente daquele pedaço de terra da Europa Central, mas que ele também possuía 600.000 km², os quais NÃO foram ocupados pelos aliados. Aparentemente a enorme colônia alemã de “Neuschwabenland”, na costa atlântica da Antártida, foi destino de inúmeros submarinos alemães nas últimas semanas da guerra.
Neuschwabenland ainda está indicada nos mapas atuais
O que se esconde atrás desta lenda e como os alemães vieram a possuir esta colônia, que é quase o dobro do tamanho da atual Alemanha? Qual o mistério que envolve este território sobre o qual pouco ou absolutamente nada se ouve na imprensa?
O início da exploração alemã da Antártida nos remete ao an…

Olimpíadas de Berlim 1936: Hilter x Jesse Owens

"Hitler não me esnobou - foi Roosevelt quem me esnobou. O presidente nunca sequer me mandou um telegrama". - Jesse Owens, atleta e medalhista olímpico.
Por: S.E. Castan
Uma mentira de 78 anos.
A imprensa "internacional" há vários anos vem noticiando que o excepcional atleta Jesse Owens, conquistando quatro medalhas de ouro nas Olimpíadas de 1936, em Berlim, que teriam sido organizadas para mostrar ao mundo a superioridade da raça ariana, teria desmoralizado essa raça; que Hitler não o teria cumprimentado, por ser ele negro e teria ficado tão irritado com as vitórias do mesmo que abandonou o estádio olímpico... Ultimamente estão sofisticando cada vez mais o assunto e já foi publicado que o Führer babava de raiva ante as vitórias do atleta negro... Uma notícia desse tipo tem no mínimo três objetivos, já que nunca entraram em detalhes sobre aquela Olimpíada:
1. Racismo contra os negros; 2. dá uma ideia de derrota e desmoralização alemã; 3. quem baba de raiva é louco...

A "verdadeira" História Sionista (The Zionist Story)

Nesta nova apresentação, O autor (Renen Berelovich) combina imagens de arquivo com comentários próprios e de outros, como Ilan Pappe, Jeff Halper, Terry Boullata e Alan Hart.

A história Sionista aborda a questão da perspectiva de um israelense, ex-soldado da reserva e alguém que passou sua vida toda na sombra do sionismo, a história do conflito Israel/Palestina, mas também as razões centrais do mesmo: a ideologia sionista, seus objetivos (passados e atuais) e seu firme controle não somente da sociedade israelense mas também, e de modo crescente, da percepção que os ocidentais têm do Oriente Médio.
Veja Também:

Difamation (Difamação)

Os Sionistas e o incitamento a guerra contra os árabes

Você apoia Israel?

Dieudonné - Palestina (Legendado)