Palestra do General Gerd Schultze-Rhonhof

Um general da reserva discorre sobre o período imediatamente anterior à Segunda Guerra Mundial. Ele é autor do livro “A guerra que teve muitos pais” e acaba de uma vez por todas com a mentira, de que Hitler teria sido o único responsável pela eclosão da Segunda Guerra.

Adolf Hitler queria a guerra?

O vídeo abaixo é a primeira parte de um total de 6, onde o General da reserva Gerd Schultze-Rhonhof esclarece diversos pontos ignorados e obscuros ao público ocidental sobre o período imediatamente anterior à eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Aspectos estes não apenas ignorados, como também boicotados. Livros existem, há historiadores honestos que escrevem imparcialmente sobre o tema, porém, a maioria das EDITORAS não publica seus livros. Quando algum editor fura o bloqueio moral, as LIVRARIAS boicotam suas obras. Tudo dentro do ditame do (hipócrita e) politicamente correto – NR

O General é autor do livro “A guerra que teve muitos pais”

Recomendamos a todos os estudiosos sobre este período que assistam à palestra:

Áudio original: Alemão

Legendas: Português (brasileiro)

Nesta primeira parte, ele descreve a motivação para sua pesquisa. Em seguida, ele aborda a relação entre os efetivos militares da Alemanha e de seus vizinhos.

Nesta primeira parte, ele descreve a motivação para sua pesquisa. Em seguida, ele aborda a relação entre os efetivos militares da Alemanha e de seus vizinhos.

Nesta terceira parte da palestra do General da Reserva Gerd Schultze-Rhonhof sobre os acontecimentos imediatamente anteriores à Segunda Guerra Mundial. Ele analisa as ações do governo polonês desde o final da Primeira Guerra Mundial até a eclosão da Segunda.

Nesta quarta parte, ele mostra a proposta de 16 pontos feita por Hitler para se evitar a guerra.

Nesta quinta parte, ele aborda o pacto de não-agressão com a União Soviética.

Aqui ele aborda o pacto de não-agressão entre Alemanha e União Soviética e a cláusula secreta sobre os países Bálticos, Finlândia e Polônia Oriental.

Créditos: Inacreditavel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...