Pular para o conteúdo principal

Jack Donovan: Anarco-Fascismo, os fascios de ontem e hoje


"Em uma sociedade que aboliu todo tipo de aventura, a única aventura da esquerda é abolir a sociedade." - Graffito Situacionista, maio 1968

Por: Jack Donovan

Como uma ideologia política, o fascismo era um grupo heterogêneo de idéias do século XX. Sua presença Atlética adornada com concretos esquemas políticos, como o sufrágio universal, o fascismo do século passado foi definido por suas respostas a outros movimentos políticos da época - como o marxismo e o capitalismo liberal.

Mas, além dos detalhes históricos do fascismo, há algo eterno. O escritor italiano Umberto Eco chamou de "Ur-Fascismo", que significa "primitivo" ou "original". Infelizmente, seus irregulares "Quatorze Pontos" eram excessivamente preocupados com o totalitarismo de cima para baixo dos ditadores fascistas notáveis ​​e seus "meninos do partido!. Seu "ur-fascismo" não foi suficiente "primitivo". Não era em absoluto "eterno".

A palavra "fascismo" tornou-se uma escrita desleixada para qualquer estado policial violento e intrusivo. Para a maioria das pessoas, o fascismo forçado evoca uma férrea linha com um todo-poderoso governo. O fascismo político do século XX tinha muitas outras características, e foram instituídas de formas diferentes em diferentes nações. Governos fugazes opressores não são exclusivos do fascismo do século XX. O Islã, o catolicismo e o marxismo foram estados policiais cruéis com punho de ferro. Se você tem medo de seu próprio governo mais do que seus inimigos externos, então isso é um indicador de uma tirania totalitária; até mesmo p estado de vigilância "progressista" dos EUA funciona assim. O fascismo e o totalitarismo podem ser confusos na imaginação popular, mas eles não são a mesma coisa.

O fascio era um símbolo poderoso antes do nascimento de Mussolini, por isso é possível separar o símbolo do seu regime e vê-lo em seu próprio mérito. Eu não me importo muito com o uso de fasces magistrais como um símbolo de poder na República de Roma. Estou mais interessado no fenômeno que este símbolo pré-romano parece representar. O fascismo foi descrito como uma "fantasia masculina" e concorda que o fascio simboliza uma cosmovisão distintamente masculina. Qual é o fascio que captura a imaginação masculina?

A maioria das pessoas associam os "males" do fascismo com uma instituição burocrática "de cima para baixo", mas para mim o fascio parece simbolizar uma ideia "de baixo para cima".

As hastes do fascio representam a força e a autoridade de um grupo de homens unidos. Essa é a sua característica "primitiva". Uma unidade tribal verdadeira não pode ser imposta de cima. É um fenômeno orgânico. A unidade profunda vem de homens atados por uma fita vermelha de sangue. O sangue de necessidade catastrófica se junta ao grupo de irmãos e se transforma no sangue do legado do dever e se junta à família, a tribo, a nação. O fascio captura a imaginação masculina que parece simbolizar a vontade unificada dos homens. Homens preferem acreditar que oferecem sua lealdade por escolha, e ai você faz ou não realmente. A livre associação -ou a sua mera aparência-é a diferença entre homens livres e escravos. Se você não pode sair, você é um prisioneiro. Se você decidir ficar, se você alinhar o seu destino com o destino do grupo e apresentar à autoridade coletiva do grupo do qual você é membro e não um escravo. Como membro, você deve fornecer o peso de sua masculinidade para uma confederação unificada dos homens.

O fascio tornou-se um motivo decorativo popular para os edifícios do governo americano no século XIX e início do século XX, e seu simbolismo é consistente com um lema em latim acima adotado pela União: "E Pluribus Unum", que significa " De muitos, um."

O mesmo fascismo político do século XX foi precedido pelo fascio italiano - "você faz voluntária" ou o ligamento de homens juntos para fazer valer os seus interesses coletivos.

Mussolini era um membro de um fascio antes de ser um "fascista". Essa ideia de homens que decidem se unir e aumentar a sua força foi mais eloquente explicado pelo macaco "César" em "Planeta dos Macacos" (2011). Quebrando um ramo e, em seguida, coletando uma grande quantidade, César mostra a seus companheiros presos que "macaco, macacos só ... fraco ... unido ... forte."

Quando o fascio é reverenciado, eles simbolizam o "poder de nós todos". Quando o fascio é denegrido, ele é desprezado, porque se tornou um símbolo do "poder deles".

Os homens viris não se juntam para tornar-se sacos de areia. O fascio simboliza a união de homens juntos com um machado, prontos para a ação ao lançamento de uma ameaça de violência - ou "mais" (destino).

O fascio é um aviso, uma promessa de vingança, uma pá na parede para traidores, preguiçosos e violadores da lei.

Em The Way of Men, eu escrevi que "The Way of Men é o Caminho do grupo". A masculinidade primal está enraizada na praticidade, no ethos tático de um grupo de homens que lutam para sobreviver e triunfar sobre as forças externas.


A partir desta perspectiva, vejo o fascio como um "sinal universal do grupo." Ele simboliza melhor do que qualquer outro símbolo a lembrança do tempo em que os homens uniam seus destinos e estavam alinhados com as forças da natureza, contra outros homens, contra ... o mundo. O fascio representa a gênese do "nós" de "nossa equipe", da "nossa cultura" de "nossa honra" - a formação de uma identidade coletiva. Simbolizava, então, o momento em que a guerra de todos contra todos torna-se uma guerra de homens contra homens, de "nós" versus "eles". O fascio simboliza o momento em que os homens criam a ordem a partir do caos.

Este masculinidade primordial e pura, só pode desenvolver-se sob o stress. Isso só pode surgir a partir do caos, em resposta a forças externas. A partir daí amadurecer, formando com tempo, uma cultura de honra, e uma combinação de cultura história coletiva e costumes que caracterizam a identidade de um povo vindo da tradição. Tudo que eu reconheço como bom e digno de resgate de homens e masculinidade prospera neste ponto de virada cultural entre a pureza do grupo de guerreiros e a arruinada e manipulada depravação de culturas complexas baseadas em mercantilismo.

Não há mais fronteiras para explorar e economizar espaço - o que só pode ser permitido, mesmo em fantasia, como um projeto burocrático castrado - Estados modernos, efeminados e burgueses de "Primeiro Mundo" já não podem produzir novas culturas de honra. Novos e puros bandos de guerreiros só podem emergir em oposição às instituições anárquicas, feminista, anti-tribais, degradadas e corruptas estabelecendo a ordem. A hombridade só pode ser reiniciada diante a destruição do futuro destas, e a criação de novos futuros para as tribos e homens renascidos. É tarde demais para o conservadorismo. Para a maioria dos homens, eles ainda são só estruturas e gestos vazios.

O caminho dos homens só pode ser redescoberto na noite e no caos. O Ur-Fascismo é a fonte da cultura da honra e da verdadeira tradição patriarcal. O Ur-Fascismo é uma resposta à anarquia. A posição política do Caminho dos Homens é o "anarco-fascismo". Este anarco-fascismo não é um fim; É o anseio por um novo começo.

COMEÇA O MUNDO!

-----

Os segredos do antigo abismo, um escuro 
oceano sem limites, sem fronteiras, 
sem dimensão, onde a extensão, profundidade 
e tempo e espaço são perdidos; onde a noite 
e o caos primordial, antepassados ​​da Natureza, mantenha 
anarquia Eterna, entre o rugido
de guerras eternas, e mantida pela confusão.

John Milton, Paradise Lost.

Fonte: Frente Identitária

Sobre o autor


Donovan, nascido em 23 de outubro de 1974, E.UA é  escritor e autor nacionalista e racialista, atualmente um contribuinte da AlternativeRight.com, Counter Currents, Radix Journal, e do blog  anti-feminista The Spearhead. Ele também falou na conferência do Instituto de Política Nacional, 2013, e na conferência American Renaissance, de 2014.

Site Oficial: jack-donovan.com

Comentários

  1. „Tatsachen schafft man nicht dadurch aus der Welt, dass man sie ignoriert.“ Os fatos não se extirpam do mundo só porque se os ignora. (Aldous Huxley - engl. Schriftsteller, escritor inglês - 1894-1963)

    A desinformação é terreno fertil para a disseminação da balela, principal instrumento das forças diabólicas visando adquirir poder suficiente para escravizar e submeter a humanidade às suas taras.

    Todo desinformado precisa acreditar em TUDO além de FAZER CORO COM O SOFISMA MIDIÁTICO

    Empiricamente a cronologia histórica denota que ÓDIO É UM EXPEDIENTE, UM RECURSO EXCLUSIVAMENTE BOLCHEVISTA – NUNCA FASCISTA !!!!

    O que se sabe efetivamente sobre o Fascismo?
    http://inacreditavel.com.br/wp/einstein-alerta-para-o-fascismo-sionista-em-israel

    TODA PROPAGANDA, TODA MENSAGEM MIDIÁTICA de ataque ao fascismo visa exclusivamente defender o SIONISMO e reforçar a aversão ao FASCISMO, “único sistema segundo EZRA POUND com possibilidade de vencer o sistema financeiro internacional, identificado por ele como a causa principal dos problemas do mundo. POUND atribuía a culpa pelos conflitos à finança internacional, e acusou o Judaísmo norte-americano de haver criado o Bolchevismo: “Esta guerra não nasceu de um capricho de Hitler (NAZISMO) ou Mussolini (FASCISMO) ”, afirmou certa vez: “Esta guerra é parte da luta milenar entre usurários e trabalhadores, entre a ‘usurocracia’ e todos os que fazem uma jornada de trabalho honrado com o braço ou com o intelecto”Einstein iguala, pejorativamente, o Nazismo ao Fascismo, jamais mencionando que ambos defendem a cultura popular, a propriedade privada, e um estado forte para poder restrigir as exigências das altas finanças. https://seer.ufmg.br/index.php/temporalidades/article/view/3242/2479

    Segundo a escritura “Dottrina del Fascismo”, em 1932 após os primeiros anos de experiência de governo, Mussolini, define como doutrina, espírito ou princípios do fascismo resumido todo o conhecimento prático, a sua aplicação e a implementação planejada para o futuro. A partir do programa ausente na emergência do fascismo, registra-se uma visão de mundo que seviu mais como um guia prático para a ação do que uma filosofia teórica desenvolvida para isso. Uma afirmação centralizada e abrangente : “O Estado fascista é um RESUMO E UNIFICAÇÃO DE TODOS OS VALORES DA VIDA; confere significado à vida de toda população, fomenta seu desenvolvimento e fortalecimento.

    Desde a década de XX, a extrema esquerda, conforme orientações da INTERNACIONAL COMUNISTA – uma congregação global de partidos comunistas sob a liderança soviética – emprega o termo ANTI-FASCISMO para combater os vários adversários políticos, sem qualquer associaçao ao Fascismo real. Especialmente o termo FASCISMO HITLERIANO, completamente irrealista quanto ao Nacional Socialismo, e FASCISMO SOCIAL – ensejando a social democracia, revelam a distorção exacerbada. A dicotomia expressa no termo ANTI-FASCISMO foi sempre empregada por comunistas e outros extremistas de esquerda com uma arbitrariedade generalizada proposital para difamar uma gama de adversários além de encontrar parceiros dispostos a apoiarem suas práticas.

    ResponderExcluir
  2. O resultado concreto dessa perseguição é até hoje a Indústria Antifa: – centenas de diferentes iniciativas existentes:, grupos e órgãos consultivos, que paralelamente às perseguições às opiniões indesejadas recebem ainda apoio financeiro estatal em causa própria. Aliam-se com esquerdistas radicais antifascistas, que se apresentam como críticos do sistema , mas em verdade servem como infantaria dos poderosos para fazer o trabalho sujo.

    “FASCISMO” – JAMAIS desenvolveu um dogma e, portanto NUNCA QUIS, tipicamente COMO FAZEM OS COMUNISTAS, perseguir os heréticos; o seu grau de violência 1919-1939 não foi além do que outros – também regimes democráticos, no contexto de guerras civis e coloniais, foram responsáveis .

    EM NENHUM LUGAR O FASCISMO ALCANÇOU O NÚMERO DE VÍTIMAS GERADO PELO TERROR VERMELHO. http://reaconaria.org/colunas/dacia/holodomor-80-anos-de-um-terrivel-genocidio-comunista/ + http://www.areamilitar.net/HISTbcr.aspx?N=130 + http://comunismoassassino.webs.com/opressoglobal.htm + https://homemculto.files.wordpress.com/2013/11/1456755_568070116598569_1857532159_n.jpg + https://2.bp.blogspot.com/--ydxU9bH7Tg/VzHvpebZfJI/AAAAAAAACQc/XrKry44cjE8kZqOe0Ts7drk8-C9C7GacACLcB/s1600/Comunismo%2BRui%2BBarbosa.jpg

    Na narrativa do livro ‘DOTTRINA DEL FASCISMO’, entendido como espírito ou fundamentos do fascismo, Mussolini formula resumidamente JÁ em 1932 após as primeiras o início de sua gestão todo o conhecimento prático, sua aplicação e a implementação planejada ao futuro. A partir do programa que faltava, por ocasião do surgimento do Fascismo, registra-se uma VISÃO DE MUNDO em uma concepção mais pragmática que filosófica. A afirmação é central e abrangente: “O ‘Estado Fascista’ como um resumo e unificação de todos os valores que dão um sentido à vida de TODOS OS POVOS fortalecendo-0s por meio do desenvolvimento.”

    FASCISMO, pressupõe um estado totalitário em que o poder é centralizado em um grupo que o exerce. A META ESTATAL deste poder governamental é o trabalho conjugado e integrado das classes (não um parlamento divergente) da sociedade, VISANDO ATINGIR o bem estar ( justiça social) até para os de capacitação limitada e grupos de trabalhadores desorganizados. Também significa uma REJEIÇÃO ANTE AS EXIGÊNCIAS DAS ALTAS FINANÇAS https://www.youtube.com/watch?v=1hhRRhP79Kk&t=201s ( ou quaisquer outras forças) para transferência de riquezas a forças e grupos que não trabalharam por tais conquistas. https://www.youtube.com/watch?v=8hHBoF92D1Y&t=231s TAL PODER simboliza também uma crítica ao sistema usurário. (Ezra Pound) http://www.samamultimidia.com.br/artigo-detalhes.php?id=2612

    A PROPRIEDADE PRIVADA, no fascismo, é intocável. A proteção deste poder central através de instrumentos totalitários como polícia secreta e grupos de combate é essencial; eles garantem o estado totalitário, todavia não em causa própria. Igualmente, no Nacional Socialismo é rejeitada a transferência de riqueza, porém uma concessão a cada cidadão de uma parte equitativa da riqueza nacional, conforme sua participação na produção desta riqueza.

    CHAUVINISMO é a aspiração de um grupo que se supõe escolhido por Deus em detrimento total de outras etnias, outros povos outros grupos. http://2.bp.blogspot.com/-viq8ZN1ip30/U_ozgxI3mVI/AAAAAAAAQuE/uJQ_suzbq08/s1600/1aaaManis1.jpg
    O Nacional Socialismo quer, ao contrário, desenvolver seu próprio povo CONVICTO que o ESPÍRITO da HUMANIDADE vive em todos os povos e que a perda de um desses povos uma representa uma irreparável perda para a humanidade.
    Nacional Socialismo e Chauvinismo não apresentam de forma alguma qualquer semelhança ou parentesco, visto que são diametralmente opostos.

    Fonte: https://verbotenesarchiv.wordpress.com/2013/04/04/die-wahrheit-uber-den-faschismus/ A VERDADE SOBRE O FASCISMO

    ResponderExcluir
  3. “Destarte, a Revolução Nacional Socialista não seria de cunho político social e econômico, mas de cunho espiritual, http://www.integralismo.org.br/?cont=-5014 contra o ESPÍRITO JUDAICO MATERIALISTA (comunismo, bolchevismo,maçonaria, liberalismo = o outro lado da moeda conhecida como do capitalismo) DENTRO E FORA DE NÓS, sendo que o efetivo restabelecimento de nosso povo, só pode ser alcançado de dentro para fora.” Das Programm der NSDAP, p.22

    "Wer den Nationalsozialismus nur als eine politische Bewegung ansieht, hat nichts verstanden. Der Nazismus ist ein Versuch den Gott-Menschen wiederzuerwecken." AQUELE QUE VE O NACIONALSOCIALISMO COMO UM MOVIMENTO POLÍTICO NÃO ENTENDEU NADA. O NAZISMO É UM ARGUMENTO DE RECONHECIMENTO DE DEUS NO HOMEM. Adolf Hitler

    Knut Hamsun, Nobel de Literatura de 1920, no jornal norueguês AFTENPOST em 07.05.1945, selou o legado que lhe conferiu o Nobel literário com exemplo de lucidez e destemor ao imperialismo midiático em sua concisão: „Ich bin es nicht wert, von Adolf Hitler laut zu sprechen und sein Leben und sein Tun lädt auch nicht zu sentimentaler Rührung ein. Er war ein Krieger, ein Krieger für die Menschheit und ein Verkünder des Evangeliums vom Recht für alle Völker. Er war eine reformatorische Gestalt von höchstem Rang und sein historisches Schicksal war es, in einer Zeit beispielloser Roheit wirken zu müssen, der er schließlich zum Opfer fiel. So darf jeder Westeuropäer Adolf Hitler sehen, wir jedoch, seine Anhänger, verneigen unser Haupt vor seinem Tod.“ “EU NÃO SOU DIGNO DE FALAR EM VOZ ALTA DE ADOLF HITLER E FAZÊ-LO NÃO É NENHUM ESTÍMULO SENTIMENTAL PARA MIM. ELE FORA UM COMBATENTE, UM COMBATENTE PELA HUMANIDADE E UM EVANGELIZADOR DO DIREITO DE TODOS OS POVOS. ELE FORA UMA FIGURA REFORMADORA DO MAIS ALTO NÍVEL E SEU DESTINO HISTÓRICO FOI A NECESSIDADE DE AGIR EM UMA ÉPOCA DE BESTIALIDADES SEM PRECEDENTES, DA QUAL SE TORNOU VÍTIMA.”


    “Um engano não se torna verdade por meio de ampla divulgação, nem a verdade se torna um engano porque ninguém a enxerga.” M.K.Gandhi

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oque nossos leitores mais leem

2 milhões de alemãs - O Maior estupro em massa da História

Na foto, mulheres que suicidaram-se em uma praça, para não vivenciarem os estupros.
Aos 80 anos, Gabriele Köpp tem problemas com sono, por vezes, simplesmente não consegue comer. Aos 15 anos, ela foi repetidamente violada por soldados soviéticos, sendo virgem e não tendo nenhum conhecimento prévio sobre o sexo.
A revista "Spiegel" escreve que não existem os dados exatos sobre a quantidade de mulheres alemãs violadas pelo exército soviético, o número que aparece em várias publicações aponta para dois milhões de mulheres (2.000.000). Segundo a investigação do Dr. Philipp Kuwert, especialista de traumas e chefe do Departamento de Psiquiatria e Psicoterapia do Hospital universitário de Greifswald, a idade média das vítimas de violações soviéticas era de 17 anos e cada mulher foi violada em média 12 vezes. Quase metade das vítimas possui síndromes pós – traumáticos, incluindo os pesadelos, tendências de suicídio, anestesia emocional. Cerca de 81% destas mulheres adquiriram o efeito…

Por que os países árabes ricos não recebem os refugiados muçulmanos?

Porque eles não querem que eles residam permanentes...
Os trabalhadores estrangeiros são muito produtivos para o trabalho, melhorando a economia do país e vão para casa quando seus contratos estão chegando ao fim.
Os residentes estrangeiros, no entanto, tendem a trazer sua própria bagagem cultural e política com eles. Esses países já estão lutando para lidar com a modernização e reformas políticas/sociais, de modo que eles não precisam da "porcaria de ninguém" empilhada sobre si.
os "Idiotas do leste" estão muito felizes em ajudar...mesmo os trabalhadores estrangeiros podendo ser um fardo, como foi mostrado durante a Guerra do Golfo em 1991.
Trabalhadores palestinos e iemenitas foram expulsos de vários desses estados, porque seus governos saíram em apoio ao Iraque, ao contrário da política de seus governos, que era de acolhimento.
Com os trabalhadores estrangeiros, você pode simplesmente cancelar seus vistos e enviá-los para casa. Se você tem pessoas aceitas como imigra…

A família de Hitler e seus descendentes hoje

Adolf Hitler e Eva Braun, sua futura esposa, com quem se casaria, segundo relato, pouco antes da capitulação frente aos aliados

Um assunto bastante curioso e interessante, porém, pouco e até mesmo delicado de se tratar é a questão da família de Hitler e seus descendentes no contexto do pós guerra. Evitado tanto pelo lado daqueles que lutaram contra a Alemanha Nacional-Socialista, quem sabe pelo fato de terem em cheque uma acusação de perseguição infundada e por isso mantenham interesses em ocultar certos segredos, quanto por aqueles que são e foram seus simpatizantes, talvez por falta de informação ou censura. 
Muitas foram e ainda são as especulações a cerca da origem do Chanceler alemão e sua descendência. Umas dizem que Hitler teria sangue judeu correndo e suas veias, vindas de seu avô (ou bisavô), ou que seria um membro família Rotschild (banqueiros judeus) ou mesmo que Hitler teria tido filhos e escondido tal fato da mídia, mas que porém, com a queda da Alemanha, os Aliados teriam …

A Conquista Moura da Península Ibérica: Mouros escravizaram portugueses por 741 anos - onde estão minhas reparações?

A grande "dívida" que os brancos tem com os negros por 400 anos de escravidão é provavelmente a maior mentira já contada na história. O preconceito contra os brancos é tão grande que até o Google mudou o resultado da minha pesquisa de “império mouro escravidão” para “império romano escravidão”. Mouro vem do latim Maures que significa Negro, devido a cor da pele deles dos integrantes do Império Mouro.
O Império Mouro foi o grande império muçulmano que conquistou o norte da África, Oriente Médio e Península Ibérica ( onde hoje se localizam Portugal e Espanha), é o mesmo império que alguns muçulmanos querem refazer através do estado islâmico. Com o regime de Califado, onde um homem seria escolhido por Deus para liderar o povo muçulmano na conversão do mundo para o islamismo.
Com o declínio do Império Romano, o Califado conseguiu uma brecha e em menos de uma década conquistou a península Ibérica inteira. Apesar da resistência de algumas regiões que voltaram rapidamente ao domínio …

Os judeus, a Revolução "Russo-Comunista" e o Assassinato do Czar

Acima, Tatiana e Olga; Sentados: Maria, Alexandra, Nicolau e Anastácia. E no chão, Alexei
Por Mark Weber
Na noite de 16-17 de julho de 1918, uma esquadra da polícia secreta Bolchevique assassinou o último imperador da Rússia, o Czar Nicolau II, junto com sua esposa, a Czarina Alexandra, seu filho mais velho de 14 anos, o Czaverch Alexis, e suas quatro filhas. Eles foram abatidos numa salva de balas num pequeno espaço de um cômodo da casa em Ekaterinoburgo, uma cidade na região dos Montes Urais, onde eles estavam mantidos como prisioneiros. A complementação da execução das filhas foi feita com baionetas. Para prevenir o culto ao Czar morto, os corpos foram descartados para o campo aberto e apressadamente enterrados em um túmulo secreto.
Avaliando o sinistro legado do comunismo soviético
As autoridades Bolcheviques inicialmente relataram que o imperador Romanov tinha sido baleado após a descoberta de um plano para liberar ele. Por algum tempo as mortes da Imperatriz e das crianças foram man…

Gudrun Burwitz, a filha de Himmler, ativismo e família

Gudrun Burwitz, hoje com 86 anos. Na foto, aos desperdice dos netos no subúrbio do Munique, onde mora até hoje
Ao acenar adeus a seus netos, Gudrun Burwitz apresenta a figura de uma mulher pronta para viver o resto de seus dias em paz e sossego. Porém, a filha de Heinrich Himmler ainda trabalha em um ritmo forte em seu ativismo a favor dos perseguidos pelo sistema por serem ou trabalharem para o nacional-socialismo.
A Sra. Burwitz sempre alimentou a memória de seu pai, o homem que dirigia a Gestapo, e a SS como um homem bom e digno.
E apesar de sua idade avançada, formada advogada, ela continua a ajudar antigos integrantes do nacional-socialismo a escapar da perseguição judicial a qual foram impostos pelos inimigos da Alemanha. 
Como a figura de liderança do grupo Stille Hilfe – Ajuda Silenciosa – ela provê todo tipo de ajuda, inclusive financeira, aos ex-integrantes nazi e colaboradores. Grupo formado em 1951 por um grupo de oficiais de alta patente das SS, na Alemanha, o grupo existe pa…

O calvário das viúvas da ocupação

Após a liberação dos territórios ocupados pelos alemães dos países europeus, milhares de mulheres que tinham relacionamentos com soldados alemães foram expostas a execuções humilhantes e brutais nas mãos de seus próprios concidadãos. Era a "Épuration Légale" ("purga legal"), a onda de julgamentos oficiais que se seguiu à liberação da França e da queda do Regime de Vichy. Estes julgamentos foram realizados em grande parte entre 1944 e 1949, com ações legais que perduraram por décadas depois.
Ao contrário dos Julgamentos de Nuremberg, a "Épuration Légale" foi conduzida como um assunto interno francês. Aproximadamente 300.000 casos foram investigados, alcançando os mais altos níveis do governo colaboracionista de Vichy. Mais da metade foram encerrados sem acusação. De 1944 a 1951, os tribunais oficiais na França condenaram 6.763 pessoas à morte por traição e outros crimes. Apenas 791 execuções foram efetivamente realizadas. No entanto, 49.723 pessoas foram …

A Grande Farsa do Holocausto Judaico (PARTE I) - "Fotos Falsificadas"

Todos os anos desde o fim da Segunda Guerra Mundial nos deparamos com centenas de livros, documentários, seriados de TV e tantos outros materiais relacionados ao genocídio ou ao assassinato de 6 milhões de judeus em câmaras de gás nos campos de concentração, cometidos pelos Nacional-Socialistas durante a Segunda Guerra Mundial, mais precisamente do ano de 1942 à 1945. Não seria lógico entender a invenção do Holocausto como uma maneira de esconder os crimes cometidos pelos próprios aliados em Hiroshima, Nagasaki, Dresden e tantos outros? Como podemos explicar a atual posição de alguns historiadores e até mesmo do ex-presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, em negar tal acontecimento? Como muitos sabem, e também muitos não sabem, na Europa a negação do Holocausto vêm sendo criminalizada com leis específicas, impedindo pesquisadores e pessoas sérias de saberem o que de fato aconteceu nos campos de concentração alemães durante o período de 1942 até 1945. 
No entanto, este grave crime cont…

A verdade sobre Olga Benário e Prestes

Olga Gutmann Ben-Ario (1908 - 1942)
Por: Luiz Gonçalves Alonso Ferreira (1)

Na alvorada de março de 1934, vindo de Buenos Aires portando passaporte americano, desembarcara no Rio de Janeiro um sujeito de nome Harry Berger. Preso pela polícia carioca no natal de 1935, logo revelou-se a identidade secreta do viajante. Chamava- se, o misterioso elemento, Arthur Ernst Ewert, judeu alemão, fichado em seu país de origem, no qual era ex- deputado, como espião. Constava também processo por "alta traição".
Berger era o agente do Komintern, especialista em golpes subversivos, enviado para o Brasil com a missão de dirigir intelectualmente o plano traçado em Moscou, que objetivava a instauração de uma ditadura de tipo stalinista no País, por meio de levante armado. Sob ordens de Berger, lá estava Luiz Carlos Prestes, homem escolhido para encabeçar um "governo popular nacional revolucionário", segundo relatório do próprio Berger para o Komintern.
Prestes angariou simpatia no meio c…

Plano Kalergi - O Grande Genocídio de Povos

As causas da imigração em massa ainda são astutamente escondidas pelo sistema, e retratadas como inevitáveis pela propaganda multicultural... O que eles querem apresentar como um fenômeno inevitável e espontâneo é, em verdade, um deliberado plano de longo prazo para destruir a identidade do continente.
Kalergi vê nos judeus os líderes do socialismo, comunismo e capitalismo. Aqui salta aos olhos a similaridade entre as visões de Kalergi e do Nacional-Socialismo quanto à avaliação do papel do povo eleito. Salta aos olhos a similaridade entre as visões de Kalergi e do Nacional-Socialismo quanto à avaliação do papel dos judeus. Mas também quanto a essa afirmação, Kalergi nos deve uma última prova...
Mais um plano para o domínio mundial?
Ele é considerado um dos precursores e idealizadores da moderna União Europeia. Sua pessoa é glorificada em inúmeras homenagens aos mais diferentes líderes europeus. Todavia, seus escritos nos remetem a um calabouço racial. Seu nome: “Conde” Coudenhove-Kalerg…