sábado, 20 de junho de 2015

Primeiramente o que é o Nacionalismo?


O pior inimigo moderno dos planos sinárquicos,o nacionalismo é um sentimento de valorização marcado pela aproximação e identificação com uma nação,com a pátria amada.

No Brasil,as pessoas deixam de lado o nacionalismo,porque há um "confronto cultural". 

Por exemplo; Existem pessoas que não se orgulham de nascer no país do "Funk Ostentação" ou até mesmo não se orgulham de pertencer a um país onde futebol está em primeiro lugar,etc. As Manifestações de 2013,mostraram que o brasileiro ama a sua pátria,e luta por ela, logo todos adormeceram pois não tem um líder. Na época da expulsão encarniçada dos holandeses do Nordeste, durante a Guerra dos farrapos e na Era Vargas,o tradicionalismo ganhou força e com o Movimento Integralista da A.I.B, que teve forte influência durante o longo período 1930-1945 do fascismo italiano. Vargas, porém, não se revelou o que os Integralistas esperavam. Tentaram um golpe em 10 de maio 1938, o Levante integralista, mas fracassaram, e diversas lideranças integralistas acabaram presas, assassinadas ou exiladas.

Getúlio D. Vargas, liderança mais carismática do Brasil. Liderou indiscutivelmente em 1930-1945 e 1954-1956. Criou a industrialização moderna do Brasil e instituiu nossas leis de trabalho atuais. É considerado um dos maiores líderes da história desse país. Seu governo, alem de deliberadamente nacionalista foi dotado de caráter fascista até onde pode. Quando foi enquadrado pela força do lobby norte-americano e aliado...com o qual lutou até o fim 

No Brasil o movimento também teve grande participação na derrota da Intentona Comunista (PCB - Partido Comunista do Brasil). Os integralistas foram ativamente contra esse movimento e os enfrentaram, através de ampla contrapropaganda, ou mesmo em combate, comandando milícias paramilitares em diversas oportunidades. Ao contrário do que muitos dos adversários do Integralismo revelam, o movimento não morreu após a ditadura varguista, e permanece até os dias de hoje, PORÉM, NÃO DA MESMA FORMA. Apenas uns poucos ainda preservam com maior afinco o caráter original da A.I.B. Enquanto outras vertentes, que também reclamam para si a antiga bandeira, não o representam nem na teoria nem na mentalidade decadente de seus adeptos.

O Integralismo de Gustavo barroso, Plínio Salgado e Reale foi o maior movimento de adesão popular do gênero no país. Na foto, marcha da juventude em 1935

Precisamos ser nacionalistas, pois este é o único jeito de combater o sionismo. Deixe de idolatrar, por exemplo: os Estados Unidos ou a atual Alemanha, hoje eles são manipuladores capitalistas,não que o Brasil não seja só mais um vassalo, ou tanto quanto eles, mas...não seja um deles. Acorda Brasil!Valor,Vontade e Vitória!

Enéas Ferreira Carneiro (Rio Branco/AC 1938 - Rio de Janeiro/RJ 2007),  médico cardiologista, matemático, físico e político brasileiro. Como político, fundou o extinto Partido da Reedificação da Ordem Nacional, o PRONA. Após se candidatar por três vezes à Presidência da República (1989, 1994 e 1998) e uma vez à prefeitura de São Paulo (2000), em 2002 foi eleito Deputado Federal pelo estado de São Paulo, recebendo votação recorde com mais de 1.537.642 de votos, a maior de toda a história, Tiririca em 2010 chegou perto com 1.348.295, também candidatando-se ao mesmo cargo e no mesmo estado.

Atuou na denúncia aos cartéis financeiros internacionais e denunciou os partidos, políticos e governos que lhes serviam, destroçando nossa economia, assim como expôs os reais motivos das mazelas do país. De forma radical e com maestria, rebatia os vícios dos caluniadores apátridas. Ridicularizado arduamente pela mídia, brigou até o fim de seus dias por um país soberano e uma população desperta.

Um comentário:

  1. A definição mesma de nacionalismo não se encaixa no contexto do Brasil, uma vez que aqui há pelo menos 6 grandes nações. O Brasil se aproxima mais de um império que de uma nação. Procure a definição de nação, principalmente de acordo com Bluntschli, para entender do que estou falando. O que GV e todos os outros antes dele fizeram foi exatamente esmagar os nacionalismos a custo de sangue do povo em prol do artificial patriotismo brasileiro, e sua identidade nacional ideologicamente criada. O último autor a escrever sobre isso foi Martim Vasques da Cunha em seu livro A Poeira Da Glória. O Brasil sempre esteve sob interesse judeu, mesmo durante Vargas, e só por isso se manteve unido até hoje. O próprio Barroso dá pistas sobre isso, porém sem tocar na parte do nativismo, já que era integralista.

    ResponderExcluir

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...