A Sabedoria Hiperbórea na síntese dos tempos


Por: Hrímvind Skaðivarr

As batalhas na vida são diárias, as dificuldades pessoais, a luta para o auto-aperfeiçoamento, a luta interior contra nossa parte animal-homem, nossa Alma que sempre quer sabotar o avanço do Espírito. Não preciso explodir nada nem ninguém, isso seria idiota e mesmo porque uma das maneiras de oposição a Jehova-Satanás é diminuir ao máximo o sofrimento nesse mundo, do qual ele se alimenta. Por isso Hitler era vegetariano, por exemplo, e os Cátaros abominavam a carne.

É a luz do Sol Negro que nos chama…

No início da década de 80, o argentino Luis Felipe Cires Moyano Roca, um alto Iniciado e Pontifex Hiperbóreo, toma contato com a história da Casa de Tharsis, uma família de nobres espanhóis com mais de quatro milênios de antiguidade e que rendiam um Culto perseguido por seus vizinhos.

O Manuscrito de Oera Linda contém relatos da família nobre Overlinden, na então Frísia, com milênios de história dessa família, e como o culto dessa região foi degradado por uma casta de Sacerdotes que se chamavam a si “dreuwidden” (“os que tudo sabem”) e que os Overlinden sabiam, através de relatos de dácios, trácios e búlgaros que provinham da Judeia.

Armanen relata a história de sua própria família germana, as guerras que enfrentaram por causa de seu culto peculiar, e seu sistema rúnico que é um dos mais antigos, muito anterior ao período que os historiadores admitem a existência dos sistemas rúnicos.

Bala Mudra

Karl Maria Willigut conta a história do valoroso povo dos Saxões, a religião que defendiam de seus próprios irmãos germânicos que adotaram uma versão deturpada do Odinismo, isso em datas como 3000 a.C, e que para diferenciar do Odinismo degradado a um mero culto à natureza ele chamou de Irminismo, por causa da Runa Yr e por causa do sacrifício de Wothan na Árvore do Terror, Yrminsul (depois chamada Yggdrasil). Os Saxões defenderam esse culto por milhares de anos, desde as guerras de milênios atrás, passando pela tentativa do general romano Quintílio Varo de submeter os Queruscos guardiães das Extersteine, até que finalmente o rei católico Carlos Magno os derrota e a Igreja Católica sacrifica ritualmente 25000 membros de famílias nobres saxãs, deixando seu sangue escorrer pelo rio Aller como oferenda a Jehová.

Todos estes relatos de fontes diversas possuem coincidências. São todos relatos de linhagens familiares de idade incalculável. Todas as famílias tinham a missão de defender uma religião que aparentemente revoltava seus vizinhos. Todos possuíam um artefato sagrado, que envolvia invariavelmente uma gema verde, pela qual seus vizinhos e inimigos incorriam em guerras de custos exorbitantes. Todos foram perseguidos e brutalizados, e tiveram seu sangue profusamente derramado quando perdiam uma guerra, em sacrifícios rituais e execuções públicas.

Nessas religiões, aparentemente diferentes entre si, sempre figurava Wothan, às vezes chamado Navutan (Na-Wothan), Senhor Wothan num idioma muito antigo.


A ligação comum entre tais famílias era sem dúvida a mentalidade religiosa, que longe de ser racional e conciliadora, era belicosa, absurda, e por vezes mesmo completamente INSANA. Não era uma religião comum, nem uma “doutrina oculta”, mas simplesmente um código de conhecimentos intuitivos baseados no Orgulho Guerreiro e na Honra que todos diziam ter recebido de um grande povo que lhes legou tal Sabedoria, juntamente com as ciências das muralhas de pedra, as armas, a agricultura e a pecuária, antes de migrar sempre para Leste.

Mas o que esta Sabedoria, Hiperbórea de origem segundo seus seguidores, prega exatamente?

Em síntese, o que a Sabedoria Hiperbórea afirma é que existe um conflito de Deuses sobre a questão da Origem do ser humano, e que esse conflito vem orientando os grandes conflitos da humanidade. Afirmamos que o Homem possui uma tríplice natureza: o corpo físico, uma Alma ou Mônada que é igualmente material (criada pelo Deus Criador) e um Espírito NÃO MATERIAL, APRISIONADO À ALMA. Esse Espírito provém de HIPERBOREA, um local fora do Universo Criado, e lá ele era infinito e indeterminado, plenipotenciário como um Deus.

Kundalini é o Demiurgo no Homem, aliás cada átomo da Criação contém em si mesmo a Essência do Demiurgo.

Todo o drama é gerado quando o Criador ou Demiurgo aprisiona esses espíritos na estrutura corpo/alma do ser humano, para acelerar a evolução de sua estrutura psíquica. Começa então a guerra entre os Deuses Leais, que querem libertar os espíritos para que sejam livres na Origem, e os Deuses Traidores, encabeçados pelo Criador do mundo, o deus hebraico Jehova-Satanás (a Bíblia, escrita milênios depois para distorcer e deturpar a Sabedoria Hiperbórea, chama Lúcifer de Satanás, mas nem Lúcifer, ou Nawothan, é um demônio, nem Satanás significa demônio, apenas “adversário” – Jehová, o Inimigo dos Espíritos Livres; o bem e o mal são facetas do Mundo da Ilusão, mas Jehová está mais próximo de ser um “demônio”, uma essência maligna, porque traiu seus iguais e se pauta pela tirania, traição e desonra).

Desde então no mundo têm se manifestado o confronto de duas Estratégias, a Sinárquica, e a Hiperbórea.

Fonte:


Veja Também:

2 comentários:

  1. http://www.facebook.com/KundaliniDemiurgo

    ResponderExcluir
  2. Tendo lido o "Mistério de Belicena Villca" e os "Fundamentos da Sabedoria Hiperbórea" de Nimrod do Rosário(Luis Felipe Moyano) gostaria de colocar duas questões. Agradeço muito a quem puder responder ou mesmo tecer algum comentário.
    Lê-se nos FSH, que a maioria dos espíritos encadeados na matéria, através de um grande ardil dos siddhas traidores, são masculinos, e que a maioria dos espíritos femininos não sucumbiram, ficando no mundo espiritual original. Lê-se também que os caminhos para a libertação são: oposição estratégica e o caminho do tantra com a mulher Kaly. Pergunto: O que significa o "caminho do raio ou da mutação" e como fica a situação da mulher, guerreira ou virya diante do caminho trântico? Acredito que elas possam apenas trilhar os outros caminhos enumerados. Inclusive gostaria que alguém pudesse discorrer sobre os caminhos provavelmente não explicados por Moyano, ou seja, o caminho do raio ou mutação e outros que não conheço. Meus agradecimentos antecipados.

    ResponderExcluir

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...