O Mundo Moderno


A verdade é que atualmente todo o mundo ocidental vive em estado de repressão total. Todos os governos estão sob o poder de traidores motivados por um sentimento totalmente anti-nacional e que servem como marionetes de interesses capitalistas e sionistas. O Ocidente está em estado de emergência, danificado moralmente e espiritualmente. Os políticos representam o pior do Povo, estão a defender interesses de ricos e poderosos em um sistema totalmente dominado pelo capital, em um mundo em que o acúmulo de dinheiro e bens materiais se tornou uma religião mais importante que qualquer moral ou princípio. O Mundo Moderno perdeu o contato com o mundo natural, os verdadeiros valores foram substituídos pela infinita busca por uma suposta felicidade pessoal que se encontra no dinheiro.

O Sistema mente sobre democracia. Nenhum dos governos que se intitulam democráticos possui algo de democrático. Seus dirigentes não se importam com o bem estar do próprio Povo, o fato de terem sido eleitos por uma maioria não significa nada quando esta é a única maneira disponível pelo governo e quando as pessoas são totalmente individualistas e não pensam no bem comum. A idéia de voto tenta passar uma falsa ilusão de que o Sistema “democrático” é feito pela população. A democracia perde o sentido quando as pessoas votam visando apenas os interesses pessoais.

A cada dia, mais e mais imigrantes que não possuem nenhum vínculo com países Europeus invadem a terra de nossos antepassados, assim como no Brasil e a cada dia o governo, que deveria representar os interesses do Povo, garante mais direitos à esses alienígenas do que à própria população nativa. A imigração em massa rende mão-de-obra barata e é apoiada por políticos sustentados por industriais capitalistas que querem pagar menos pelo trabalho manual e preferem importar africanos à empregar seus semelhantes.


Arte moderna, a expressão artística do Kali Yuga (fim dos tempos)

Por décadas esse Sistema doente vem enganando o próprio povo e criando uma ilusão de liberdade, democracia e igualdade racial. Através da mentira de igualdade que é propagada por toda a mídia sionista politicamente correta que procura aniquilar o senso de identidade e manipular a população em suas próprias nações. Quando fala-se em Estado e Sistema não estamos apenas nos referindo ao Brasil, mas sim a todo o mundo ocidental!

"O Sistema aprendeu duas grandes lições: A primeira lição foi aprendida do estilo soviético         de comunismo - uma repressão evidente e em larga escala não funciona muito bem. O   desejo por liberdade vive nas pessoas, de qualquer maneira, por mais hostilmente que            sejam tratadas, por mais que sejam aprisionadas e por mais que o Estado tente forçar    programas de doutrinação política. A segunda lição foi aprendida no duro clima econômico        da Grande Depressão, que seguiu após a Primeira Guerra Mundial - pessoas famintas,      com pouco ou nada a perder, e pessoas com medo de perderem o que tem, podem facilmente se revoltar contra aqueles que os controlam". -David Myatt

Através disso, o Estado criou uma ilusão de paz e liberdade, domesticando as pessoas como animais mansos. Os altos ideais como raça e nação são condenados, seus defensores perseguidos. Enquanto isso, o Sistema promove manifestações culturais doentias – como a degenerada arte moderna – onde se cultua a decadência e quebra com qualquer tipo de tradição e amor à própria história.

Os sintomas da degeneração estão presentes em todos os lugares, é a nossa realidade. Engenheiros sociais modelam um novo tipo de comportamento totalmente individualista em que o sentido da vida é felicidade pessoal. A busca por essa felicidade encontra-se no dinheiro e no consumismo desenfreado. Os jovens estão mais preocupados com “curtir o momento” do que com grandes ideais. O sentimento natural de Dever foi totalmente destruído, o único dever é o dever com si próprio.

O capitalismo e a globalização procuram a destruição de fronteiras, de nações e de identidade racial. As empresas multinacionais da globalização representam uma total ameaça à uma sociedade saudável. Estas grandes corporações estão apenas à procura de lucro, não havendo nenhuma noção de ética ou de moral dentro da selva capitalista. A globalização, ao destruir a identidade, cria uma massa completamente despreocupada com altos valores, e na ausência destes valores não há mais nenhum ideal ou objetivo superior, e assim se torna absolutamente consumista. O ser humano passa de homem à consumidor.



Através de Holywood, da música, televisão e de todo tipo de entretenimento, o establishment exporta um estilo de vida materialista e capitalista como modelo de comportamento. Se promove uma anticultura totalmente voltada ao consumismo e o propaga pelo mundo afora. Esta anticultura não possui história nem significado, apenas o único objetivo da imbecilização internacional e a aceitação de um modelo econômico neoliberal, também reforçado por organizações da globalização como ONU e FMI. O fim destes agentes capitalistas – não só americanos – ao exportar esse estilo de vida e modelo econômico para países pobres não é ajudá-los, mas criar novos mercados com novas possibilidades para exploração e uma alienação mental que impede qualquer tipo de contestação. Capitalistas e sionistas tornaram-se fortes, criaram leis e um sistema de repressão que os protege contra qualquer revolta ou tentativa de divulgar a verdade, e assim cuida para que não hajam reivindicações ou mudanças na (des)ordem atual.


Os guardiões do Sistema – a polícia – fazem de tudo para conter qualquer tipo de revolta contra a ideologia massante politicamente correta. Membros destas organizações ­ – que mantém fisicamente a repressão - representam a tirania do governo e não passam de traidores para o próprio Povo, além de lutarem para que os defensores de valores sejam calados e aprisionados das maneiras mais medievais possíveis. A liberdade de expressão é garantida, desde que se promova valores doentios e a imbecilidade generalizada, e nunca se fale contra o Sistema e contra as forças do sionismo.

Muitos camaradas preferem ignorar a questão que se refere ao Estado, Sistema e governo, concentrando-se apenas na questão racial e sionista. Mas a verdade é que a atual situação do mundo deve-se ao que o Sistema tem feito. Doutrinando o Povo para uma falsa moral politicamente correta, protegendo a serpente sionista, os patrões capitalistas, proibindo e aprisionando qualquer dissidência, permitindo a ideia forçada de ser "multicultural em massa" venha destruindo toda cultura identitária.

Devemos compreender que enquanto houverem empresas capitalistas e multinacionais, tais como McDonalds, Nike, Coca-Cola, sustentando uma economia neoliberal dentro do processo de globalização, o Sistema continuará existindo, o modelo de vida anti-cultural e modernizante continuará a ser promovido, e com isso, o fim de toda identidade racial e cultural. Devemos boicotar tais empresas e considerá-las nossas inimigas. Graças a sua ideologia consumista que levou todo o Ocidente ao total conformismo e o fez entrar em processo de decadência. O fato de estarmos encarando o fim de uma raça pela mistura racial é observar o problema por um ponto de vista muito superficial, deve-se enxergar mais além e entender a raiz do problema. Não trata-se apenas da lavagem cerebral da mídia sionista, mas também das grandes corporações que a patrocina e que ajudaram a criar o que hoje chamamos de Mundo Moderno. Lembre-se que para estas empresas lucro é mais importante do que pessoas. Agentes colossais do Sistema impositor - NR


Nós somos a única oposição, todos os outros partidos e grupos permitidos dentro da “democracia” são adeninas lados diferentes da mesma moeda capitalista do Sistema. Todos os grupos estão contra nós, representamos a única alternativa na luta anti-Sistema.

A questão é: “por que deveríamos aceitar estes governos? Ele nos beneficia de alguma maneira? Contribui com nossos propósitos? Até aonde nossos princípios se encaixam com os deles? Tais governos representam absolutamente TUDO que somos contra e os mantém de forma prática?" A finalidade deste Sistema corrupto e de seus engenheiros sociais é criar uma sociedade que sustenta valores totalmente decadentes e materialistas. As sociedades que um dia foram auto-suficientes e identitárias agora são dependentes se tornam sociedades multi-culturais graças aos nossos próprios governos.

Duas faces de uma mesma moeda

O Estado e suas instituições promovem uma verdadeira inquisição contra qualquer tipo de pensamento que contrarie os valores anticulturais promovidos. Nós reconhecemos o Sistema, suas instituições e corporações como os nossos maiores inimigos.

Estamos numa verdadeira guerra, o Sistema fez sua declaração contra nós e vem fazendo tudo ao seu alcance para nos reprimir, é a hora de declararmos a nossa e a sua.

Fonte:


Veja Também:




Um comentário:

  1. Uma das definições de Democracia pode ser "o poder da maioria". Mas o principal problema disso é que quantidades e cérebros nunca andaram juntos.

    ResponderExcluir

O Sentinela - Mídia dissidente brasileira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...